- Começa neste sábado 03/06/17 a 1¤ copa da amizade, com a abertura ao 12hrs, organizada pela ABESC Caçapava com a coordenação de Danilo Augusto, voluntário nesta associação e funcionário da GM. A copa será realizada no ginásio de esportes do Clube Recreativo Jequitiba de Caçapava em SP e a entrada será franca. Os jogos aconteceram aos sábados das 13 as 18 hrs e aos domingos a partir das 8:00hrs do dia 3 de Junho a 9 de julho. Participaram equipes de Caçapava e taubate: ABESC Caçapava Jequitibá, Craquenet Caçapava, Nestlé, Nacional, São Gonçalo Taubaté, Palmeiras Caçapava, Califórnia Taubaté, Meninos de Ouro, Instituto Vida Taubaté e Aliança Taubaté. A copa contará com cerca de 550 atletas. -

ABESC Apresenta a1¤ copa da amizade

segunda-feira, 24 de abril de 2017

GM cessa operações na Venezuela após governo tomar fábrica empresa é obrigada a demitir quase 3 mil trabalhadores

Chevrolet Orlando
Em meio a uma crise política, a General Motors anuncia o cessação imediata das operações na Venezuela. Em anúncio oficial, a empresa explica que foi forçada a tomar esta decisão após o governo do país “confiscar” sua fábrica, em Valencia, além da retirada de diversos ativos do local, como automóveis, sem qualquer aviso prévio.
“Ontem (19), a fábrica da General Motors Venezuela foi inesperadamente tomada pelas autoridades públicas, impedindo operações normais. Além disso, outros ativos da empresa, como veículos, foram ilegalmente retirados de suas instalações”, informou a montadora em nota oficial.
Também citou que as apreensões causaram “danos irreparáveis à empresa, seus 2.678 trabalhadores, seus 79 concessionários (a maior rede de serviços do país com mais de 3.900 trabalhadores) e seus fornecedores (representando mais Mais de 55% da indústria de autopeças na Venezuela)”.
“A GMV (General Motors Venezuela) repudia as medidas arbitrárias tomadas pelas autoridades e tomar todas as medidas legais, dentro e fora da Venezuela, para defender seus direitos”, disse a empresa
Fundada em 1948, a GMV, a montadora mais antiga e mais tradicional do país, e líder de mercado por mais de 35 anos consecutivos, é forçada a cessar suas operações na Venezuela devido a uma apreensão judicial ilegal de seus ativos. Em seu comunicado, a empresa assegura que fará (na medida do permitido pelas autoridades) o pagamento dos benefícios de separação dos trabalhadores decorrentes da cessação das relações laborais.
Chevrolet Aveo
Até então, a GM vendia três modelos de passeio (Aveo, Cruze e Orlando) e um caminhão, o NPR, no mercado venezuelano. O comunicado chega em um momento em que protestos contra o presidente Nicolás Maduro tomam conta do país .
Com toda esta situação, a GM finaliza seu comunicado dizendo que está confiante de que a justiça será feita e espera continuar a liderar o mercado venezuelano. Mesmo com a tomada de sua fábrica, a GMV, através dos seus concessionários, continuará a prestar serviços pós-venda e peças para os seus clientes.
Fotos: divulgação
fonte:Carplace

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Com a presença de Neto, Chapecoense apresenta elenco para 2017

POSTAGEM EM DESTAQUE

Servidores vivem drama após um ano de calamidade financeira no RJ

AS MAIS VISTAS

Seguidores

COMPARTILHAR POSTAGENS