- Começa neste sábado 03/06/17 a 1¤ copa da amizade, com a abertura ao 12hrs, organizada pela ABESC Caçapava com a coordenação de Danilo Augusto, voluntário nesta associação e funcionário da GM. A copa será realizada no ginásio de esportes do Clube Recreativo Jequitiba de Caçapava em SP e a entrada será franca. Os jogos aconteceram aos sábados das 13 as 18 hrs e aos domingos a partir das 8:00hrs do dia 3 de Junho a 9 de julho. Participaram equipes de Caçapava e taubate: ABESC Caçapava Jequitibá, Craquenet Caçapava, Nestlé, Nacional, São Gonçalo Taubaté, Palmeiras Caçapava, Califórnia Taubaté, Meninos de Ouro, Instituto Vida Taubaté e Aliança Taubaté. A copa contará com cerca de 550 atletas. -

ABESC Apresenta a1¤ copa da amizade

terça-feira, 9 de maio de 2017

Polícia obtém imagem de suspeito de atirar em vendedora em São José; veja

Jaqueline Barros foi morta no trabalho em São José (Foto: Reprodução/Facebook)

Polícia Civil obteve uma imagem de uma câmera de um circuito de segurança que mostra um homem suspeito de matar a tiros uma vendedora em São José dos Campos (SP). Ela trabalhava quando foi alvejada por um homem na noite desta segunda-feira (8). O material vai ser usado na identificação do autor do crime. 
A gravação mostra o homem, que veste um agasalho vermelho, caminhando tranquilamente na calçada da loja enquanto mexe em um celular. Cerca de um minuto depois, ele aparece correndo logo após os disparos que mataram Jaqueline Barros, de 28 anos. Para a polícia, ele tem envolvimento no crime.
"Esse homem é o ponto central desta investigação. Não temos ainda informações sobre ele e fazemos um apelo para que quem tenha, nos informe pelo telefone 181", disse o delegado Darci Ribeiro, da Delegacia de Investigações Gerais (DIG).
A polícia também informou vai ouvir o ex-marido da vítima, um médico cardiologista de 44 anos. Ele e Jaqueline travavam uma disputa judicial por causa de pagamento de pensão.
Eles, que estavam separados desde 2015, não tinham filhos. O médico devia pensão à vendedora, segundo informou a polícia. O caso tramita em segredo de Justiça e a defesa de Jaqueline informou apenas que o médico foi intimado recentemente a pagar os débitos - ela não informou o valor..
Para a polícia a morte de Jaqueline teve motivação passional. Ele foi alvejada duas vezes no rosto e nada foi levado.

Tentativa de assalto

Cerca de 6 horas depois do crime que vitimou Jaqueline, o ex-marido dela foi baleado na virilha. Ele relatou à polícia que foi vítima de uma tentativa de assalto em São José. Ele não corre risco de morrer e está no Hospital da Vila Industrial.
De acordo com o médico, criminosos queriam roubar o carro dele e atiraram depois que ele reagiu. Nada foi levado na ação.
A polícia quer saber também se a morte da vendedora e a tentativa de assalto relatada pelo médico têm relação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Com a presença de Neto, Chapecoense apresenta elenco para 2017

Seguidores

COMPARTILHAR POSTAGENS